Pesquisar

rebentos logo

  1. Introdução conceptual
    1. Objectivos:
      • Contribuir para o desenvolvimento integral e harmonioso das faculdades físicas, mentais, sociais e espirituais mediante o modelo divino de educação;
      • Cooperar com os pais ou tutores na educação da criança;
      • Promover valores:
        • Cívicos – para que a criança venha a ser um cidadão útil
        • Morais - que habilitem a criança a desenvolver o carácter para a eternidade.
      • Reforçar o papel da Igreja como comunidade cristã, no processo de formação do carácter e das crianças.
    2. Enquadramento – Os Rebentos são um programa Pathfinder, com especificidades próprias e distintas do programa dos Tições ou dos Desbravadores, adaptadas às peculiaridades psico-sociais e de aprendizagem das criança da faixa etária dos 3 aos 5 anos. O Clube de Rebentos, de acordo com o Organograma JA Local, faz parte da estrutura dos DESBRAVADORES, tendo acima de si o Conselho JA do Núcleo e o Conselho de Igreja.
  2. Programa
    1. Os Intervenientes:
      • Rebentos - crianças dos 3 aos 5 anos, idade Pré-Escolar / Jardim de Infância (Escola Sabatina Infantil)
      • Tutores – adulto ou adultos de referência, que acompanham o Rebento nas actividades em casa e no Clube.
        • O Tutor é o pai e/ou a mãe, ou outros adultos que abraçam a missão de acompanhar o Rebento nas actividades do programa, assumindo-se como parceiros indispensáveis.
      • Dirigentes do Clube – adultos que planificam e promovem a realização das actividades para o bom funcionamento do Clube. O seu papel jamais será o de substituir o dos Tutores.
    2. Modalidades
      • Modalidade de Programa Doméstico, com ênfase no Culto Familiar. Tem como propósito rentabilizar por meio da vivência religiosa familiar conteúdos do Programa dos Rebentos.
        Ideal para as igrejas em que não haja número suficiente de Rebentos para promover e organizar um Clube ou existência de uma equipa de dirigentes que garanta o funcionamento do mesmo.
      • Modalidade de Programa de Clube, com ênfase nas actividades colectivas mas sempre partindo do Programa Doméstico como base. Para que seja uma realidade, é necessário que haja um grupo de dirigentes indigitado pela Igreja, para promover as reuniões quinzenais.
    3. Método:
      • Trabalho em torno da realização dos requisitos das classes progressivas e das especialidades ao nível doméstico, com introdução e consolidação na actividade do Clube.
    4. Simbologia:
      • Nome do Clube/Patrulha – deverá ser sempre o nome de uma espécie de árvore. Ex.: Rebentos de Pinheiro; Rebentos de Figueira, etc.
      • Tronco – representa Deus
      • Ramos – simbolizam os Pais
      • Folhas – representam os Rebentos
    5. Investidura:
      É recomendado que a criança antes de ser investida tenha pelo menos dois meses de actividades. Durante este período ela terá a oportunidade de aprender e de assimilar o significado do Alvo, Voto, Lema e o Hino dos Rebentos, por meio das actividades dos programas doméstico e de clube.
      • Promessa / Lenço – voto do rebento: Preparação para a Investidura: memorizar o voto, lema, hino (ver anexo.
        Compromisso do Tutor – o adulto que acompanha regularmente a criança nas actividades do Clube de Rebentos, deverá preparar um voto pessoal, no qual se compromete a estimular e orientar o crescimento espiritual, intelectual (emocional e social) e físico do Rebento (voto sugestivo). Este compromisso/voto deverá ser assinado publicamente durante a cerimónia de investidura.
      • Entrega de Classes Progressivas e Especialidades – Dadas as peculiaridades psicológicas da criança nesta idade, o distintivo deve ser dado logo após a conclusão dos requisitos da Especialidade ou Classe Progressiva aplicado no lenço por transfer. Posteriormente, com o objectivo de valorização em cerimónia de investidura do Núcleo, a criança deverá ser publicamente apresentada como possuidora de determinadas competências adquiridas no âmbito da Especialidade ou Classe Progressiva obtida. Nesta ocasião deverá ser-lhe entregue o bordado correspondente à Especialidade ou Classe Progressiva que realizou. Bordado que deverás ser aplicado sobre o respectivo transfer.
    6. Elementos do Programa
      • Duração – na modalidade doméstica não deverá ir além de uma hora, mas na modalidade de clube recomenda-se que não ultrapasse os 90 minutos. (ver documento Programa dos Rebentos)
      • Programa a ser desenvolvido durante um ano de actividades, seja na modalidade doméstica seja na modalidade de clube:
        • Aprender Voto dos Rebentos
        • Aprender a oração do Pai Nosso
        • Aprender a falar com Jesus (Oração)
        • Memorizar o quarto e o quinto mandamento
        • Aprender o Hino Nacional
        • Ler, com a ajuda dos Tutores três livros sobre os seguintes temas:
          • Histórias da Bíblia
          • Histórias sobre a Natureza
          • A importância das escolhas
        • Ensinar as crianças as seguintes actividades que buscam promover a autonomia:
          • Calçar e apertar os sapatos
          • Pentearem-se
          • Escovar os dentes
          • Vestirem-se
        • Aprender as cores primárias e secundárias
        • Escolher uma actividade e realizá-la, com a ajuda dos tutores durante uma semana:
          • Lavar ou limpar a loiça
          • Esvaziar a máquina de lavar a loiça
          • Arrumar os brinquedos
          • Arrumar a roupa
          • Fazer a cama
          • Colocar o lixo no contentor
        • Levar um cesto de alimentos a uma família carenciada ou a uma pessoa de idade.
        • Elaborar e enviar um postal a uma pessoa que esteja doente ou uma pessoa idosa
        • Ajudar a preparar e arrumar alimentos para um piquenique entre família, amigos ou do clube de Rebentos.
        • Conhecer a história da vida de Ellen White.
        • Aprender o versículo de Filipenses de 4:4 e memorizar outros três versículos bíblicos.
        • Fazer uma classe progressiva por ano
        • Fazer seis a oito especialidades por ano
        • Fazer no mínimo seis projectos de trabalhos manuais por ano
    7. Classes (Folhas)
      • Requisitos a elaborar de raiz – não existe uma ordem entre as três classes progressivas. Em casa ou no clube, os tutores e os dirigentes deverão optar por uma das três classes no início do ano de actividades. No ano seguinte escolherão outra.
        A progressão far-se-á pela aquisição de novos conhecimentos e pela vivência de novas experiências em grupo ou a nível familiar. (em construção)
        • Natureza - Quero abrir os meus olhos e os meus ouvidos e descobrir a natureza
        • Testemunho - Quero abrir a minha boca e falar de Jesus
        • Serviço - Quero abrir as minhas mãos e ajudar os outros
    8. Especialidades –  tendo como base as especialidades do Programa dos Castores da Conferência Geral e da experiência do programa francês dos Rebentos.
      • Farda Rebentos:
        • Emblema triângulo igual ao dos Tições
        • Emblema identificativo do Tutor, adulto de referência / adulto responsável (produzido pelo próprio) colocado por cima do emblema JA.
        • Lenço:
          • 3 folhas bordadas – classes
          • Lenço - Especialidades em transfer e posteriormente em bordado
        • T-shirt polo da farda com o nome do Rebento nas costas para os adulto/tutor participantes que acompanham as actividades, a da criança, terá o seu próprio nome. No caso de um adulto que acompanhe outra criança, este deverá ter ambos os nomes impressos/bordados na sua t-shirt pólo.
      • Local de reunião:
        • Modalidade de Programa Doméstico – Casas dos Rebentos;
        • Modalidade de Programa de Clube – Sala do Jardim de Infância da Igreja; Salão de Jovens da Igreja; Espaços públicos (jardins), etc. Não há necessidade da existência de uma sede, ou local específico e fixo para o Clube. Poderá ainda ser na casa dos próprios Rebentos, permitindo assim a partilha com os restantes elementos do Clube, de tarefas/actividades ou requisitos preenchidos em família. Ex.: partilha de um lanche preparado pelo Rebento.

Iniciativas Nacionais

  • Acção de Formação, sensibilização e promoção do programa e do conceito:
    • Nacional
    • Regional
    • Para a Comissões Regionais
  • Acampamento de fim-de-semana de formação para os tutores e de trabalho/actividade para os Rebentos – actividade nacional no início do Verão.

Visitantes em linha

Temos 77 visitantes e 0 membros em linha

Estatísticas

Acessos a Artigos
3877902